Antecipação do 13° salário traz de volta o debate sobre 14° salário no final do ano

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) já estava programado para pagar a primeira parcela do 13° salário aos aposentados e pensionistas, no mês de agosto e a segunda parcela em novembro. Porém, o aumento de casos da convid-19 no mês de janeiro, fez a equipe econômica do governo cogitar uma antecipação do 13° salário aos aposentados e pensionistas, nos meses de fevereiro e março.

Designed by LightField Studios / shutterstock

A explicação do governo é que, o público atendido pelo INSS é o mais vulnerável à pandemia, e a antecipação irá ajudá-los neste momento de agravamento da doença.
Na verdade o governo poderá abrir novamente em 2021 o debate sobre o 14° salário, assunto mais comentado no ano de 2020 e que não chegou a ser posto em prática.

O pagamento da parcela extra foi proposto pelo senador Paulo Paim (PT-RS), no projeto de lei PL nº 3657, que tramita no Congresso. O parlamentar propôs o salário adicional aos segurados do INSS uma vez que o 13º dos aposentados foi antecipado no início do ano passado e os beneficiários ficaram sem o valor extra no final do ano.

E a história irá se repetir novamente com a antecipação do pagamento para fevereiro. Outra vez, os aposentados ficarão sem um dinheiro extra na época de Natal. O que deve ajudar a surgir novos projetos em relação ao 14° salário.

Porém, o medo dos aposentados e pensionistas do INSS, é que mais uma vez fique só na discussão e o 14° salário não seja aprovado no final do ano.

Por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

.fb-background-color {
background: !important;
}
.fb_iframe_widget_fluid_desktop iframe {
width: 600px !important;
}

O post Antecipação do 13° salário traz de volta o debate sobre 14° salário no final do ano apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


Antecipação do 13° salário traz de volta o debate sobre 14° salário no final do ano