Aposentado pode trabalhar ou abrir empresa?

É bastante comum que a pessoa prestes a se aposentar tenha a necessidade ou o desejo de continuar trabalhando para conseguir manter as contas em dia, ou até mesmo, para obter uma renda extra e ainda assim aproveitar melhor essa fase da vida. 

Mas afinal, é permitido legalmente continuar trabalhando após obter a aposentadoria?

A resposta é, sim!

No entanto, como em toda regra, é importante destacar que existem algumas exceções, por isso, é essencial se atentar para conhecer a possibilidade ou não de enquadramento. 

Auxílio por incapacidade permanente – aposentadoria por invalidez

É simples o entendimento que, se o segurado afastado por incapacidade permanente – invalidez – decidir retornar ao trabalho, automaticamente o benefício será suspenso. 

De acordo com o Artigo do Decreto nº 3.048, de 1999, “salvo a aposentadoria por invalidez, o retorno do aposentado à atividade não prejudica o recebimento de sua aposentadoria, que será mantido no seu valor integral”. 

Aposentadoria especial 

Se tratando da aposentadoria especial, o segurado especial tem o direito de continuar trabalhando se assim desejar, desde que não coloque a integridade física e/ou a saúde em risco, uma vez que esta é a razão principal que possibilita a aposentadoria antecipada. 

Sendo assim, o aposentado especial poderá optar por continuar trabalhando na mesma empresa, desde que o cargo exercido não o exponha a condições especiais, pois do contrário, ele perderá o direito a receber o benefício da aposentadoria especial

Aposentado que exerce atividade autônoma

É comum que após conseguir o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), muitos aposentados deem início a atividades como autônomos.

Quanto a isso não há nenhuma restrição, mas é importante se lembrar que neste caso, será necessário continuar contribuindo com o INSS, só que de agora em diante, como contribuinte individual. 

Aposentado MEI ou sócio de uma empresa

Vale mencionar que o aposentado também pode se tornar um Microempreendedor Individual (MEI) ou sócio de uma empresa sem correr o risco de perder a aposentadoria

No entanto, conforme mencionado anteriormente, ainda que o segurado já se encontre na condição de aposentado, em situações como essas, ele será obrigado a dar continuidade às contribuições junto ao INSS.

Este tema é bastante controverso, pois este fator não poderá sofrer revisão devido às novas contribuições, embora para não restar dúvidas sobre a obrigatoriedade, o § 4º do Artigo 12 da Lei nº 8.212, de 1991 prevê:

“§ 4º O aposentado pelo Regime Geral de Previdência Social-RGPS que estiver exercendo ou que voltar a exercer atividade abrangida por este Regime é segurado obrigatório em relação a essa atividade, ficando sujeito às contribuições de que trata esta Lei, para fins de custeio da Seguridade Social.”

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por Laura Alvarenga 

.fb-background-color {
background: !important;
}
.fb_iframe_widget_fluid_desktop iframe {
width: 600px !important;
}

O post Aposentado pode trabalhar ou abrir empresa? apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


Aposentado pode trabalhar ou abrir empresa?