PIS 2021: 8,6 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial

Carteira de Trabalho (CTPS) Digital — Foto: Minne Santos

A Caixa Econômica Federal informou que cerca 8,64 milhões de trabalhadores não sacaram ainda o abono salarial PIS/Pasep 2020/2021. Ainda está disponível para saque aproximadamente R$ 7 bilhões.

PIS

Designed by @Rodrigobellizzi / Dreamstime
Designed by @Rodrigobellizzi / Dreamstime

No caso do PIS, que é pago aos trabalhadores da iniciativa privada, 8.1’69.485 de trabalhadores não sacaram o valor, algo em torno de R$ 6,5 bilhões.

E por incrível que pareça, também há trabalhadores que ainda não sacaram os valores liberados no calendário 2019/2020, cerca de 2 milhões de brasileiros.

PASEP

O Pasep é pago aos servidores públicos, que recebem através do Banco do Brasil. Segundo o BB, cerca de 477 mil trabalhadores do setor público não sacaram o abono salarial, ou seja, R$ 3373 milhões estão disponíveis para saque.
São 2.712.900 trabalhadores públicos com direito ao Pasep, com um total de R$ 2,6 bilhões em recursos.

Em todos esses casos, os saques podem ser feitos até o dia 30 de junho de 2021.

Antecipação dos pagamentos

No dia 11 de fevereiro, a Caixa Econômica Federal antecipou o pagamento do PIS 202/2021 para os nascidos entre os meses de março e junho. No mesmo dia também foi liberado o Pasep para os trabalhadores do setor público, com o final de inscrição 6 e 9. Para quem é correntista da Caixa e do BB recebeu dois dias antes.

O governo antecipou o pagamento dos últimos lotes em 1 mês. Na verdade o pagamento só aconteceria a partir de 17 de março.

O calendário de pagamentos começou ainda em 2020 e leva em consideração o mês de nascimento, para trabalhadores da iniciativa privada (PIS), e o número final da inscrição, para servidores públicos (Pasep).

Qual o valor e quem tem direito?

Com o aumento do salário mínimo em janeiro, o valor do abono salarial varia de R$ 92 a R$ 1.100, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019. Só receberá o valor total de um salário mínimo quem trabalhou os 12 meses de 2019.

Terão direito ao abono salarial, quem recebeu em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada. Sendo que quem trabalhou 30 dias ou 12 meses em 2019, poderá sacar o valor.

No entanto, é necessário que você esteja inscrito no PIS/Pasep pelo menos cinco anos e ter dados atualizados pelo empregador no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) ou eSocial, conforme a categoria da empresa.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

O post PIS 2021: 8,6 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


PIS 2021: 8,6 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial