Qual a relação dos profissionais com a Internet das coisas

No mundo globalizado com as inovações derivativas do uso da inteligência artificial, tudo está conectado, formando uma identificação comum e gerando informações importantes para que o gestor possa inserir a sua ação e atitude após análise dos fatos.

No mundo atual todos os profissionais precisam estar antenados com as inovações dos seus equipamentos que hoje é a extensão de seu corpo físico, tais como computador, notebook, table, celular, alexia, syri, cortana e demais, o que nos leva a deduzir que a FAST INFORMATION só tem poder quando gera atitude de melhorias devidamente compatível com o futuro das ações.

O algoritmo, a lógica Fuzzy, machine learning, deep learning, in the cloud, data mining, e outros são conceitos que devem ser estudos e entendimentos pelo o profissional.

A moeda mais segura e forte no mundo globalizado é a informação, ficando o Capital em plano secundário, e considerando esse contexto podemos identificar que as elites e investidores se alimentam a todo tempo dessa fonte e em seguida adota as ações e atitudes consequentes.

Podemos agora entender como um país continental, com educação de qualidade, prioriza a importância da informação utilizando a velocidade da tecnologia aplicada em sua gestão, podendo se tornar a maior economia do mundo, e ter a melhor tecnologia, mesmo que detenha o Capital que embasa suas ações em países de muita carência (África, Brasil, e demais).

O Brasil e o brasileiro precisam entender que o CONHECIMENTO derivado de uma educação de qualidade ministrada por Professores antenados com essas inovações devidamente bonificados, hão de conceder um futuro promissor para a geração futura, principalmente para as novas profissões que poucas Instituições de Ensino Superior estão adequadas para oferecer, o que prova que esse adequação poderá levar consigo tempo e investimento.

Nossos jovens, filhos, netos, precisam desse up grade qualitativo para que possam adentrar nesse mundo da inteligência artificial o mais breve possível caso desejem um futuro promissor.

Enquanto o futuro promissor estiver atrelado a POLITICA, jamais estaremos aptos a entender a IOT ou mesmo a inteligência artificial em sua aplicabilidade prática, pois quão mais conhecimento adquiridos pela educação de qualidade, maior entendimentos teremos de quão INSERVÍVEL representa a POLITICA e seus POLITICOS.

Muitos já perceberam que a POLITICA é o meio mais fácil de enganar uma população sem educação, e mais fácil ainda de obter ganhos e vantagens do Erário, desde que ao adentrar participem de um grupo onde todos sugam os recursos públicos que são pagos pela sociedade, e ainda conseguimos RIR, tipo uma HIENA que come substância fecal e continua rindo.

A existência do Portal da Transparência, alijados por informações fantasiosas e nebulosas devidamente auditadas por Tribunais afetados pela moléstia cancerígena denominada de aliado político, mostra com clarividência quão letal é o sistema em que eleva ainda mais os agravos sociais e suas consequentes desigualdades, que alimenta a mídia e a imprensa, mas nada faz para que essas informações trafeguem com lisura diante de uma gama de legislação que só beneficia aqueles que detém o PODER.

Em determinados casos esse sistema se denomina de DEMOCRACIA, onde o conceito filosófico foi erroneamente introduzido no meio que dela sugam, mantendo o sistema latente e customizado pela base da pirâmide, que fica satisfeita com as migalhas dos programas emergenciais sem se dar conta que é o seu próprio dinheiro que lhe retorna, com a autorização dos demais sugadores do Erário, se aprovado em Plenário.

O mais gritante e comprovável é que conhecemos lucidamente famílias inteiras que labutam no sistema político democrático com a bandeira de que a representação do povo está sendo dignamente representado.

E ainda mais gritante é que há sociedade que ainda acredita na proficiência e cenecismo desses energúmenos, que periodicamente se encontram com a massa adestrada e através de atos esdrúxulos oferecem vantagem momentânea para manter o grilhão que a envolvem.

E diante de nossa pífia educação e similar saúde, nos deixamos levar por essa pirotecnia na vã crença de que tudo possa mudar, e em seguida nos deparamos com a verdade dos fatos de que FICOU AINDA MAIS DIFICIL melhorar essas desigualdades, mas já é tardia essa reflexão, pois o tempo/espaço mudou.

Por outro lado, temos a FÉ que nos leva valores que precisamos para nossa sobrevivência, na vã ideia de que o PARAÍSO/INFERNO tem um preço, e se torna essa gangue da religião um sistema ainda mais violento que o político, pois nos faz crer que o SOFRIMENTO é necessário para que ganhe o PARAÍSO, só existente numa mente desprovida de qualquer racionalidade, mas se torna para os vivaldinos uma grande oportunidade para se deleitar com o seu dizimo ou óbulos, debilmente ofertado.

Em consonância ao título do referido artigo, logramos para que essa sociedade se detenha a se capacitar e se qualificar com uma educação de qualidade que possa lhe prover CONHECIMENTO junto á importância de uma Inteligência Artificial, fazendo que sua sapiência possa identificar com clarividência os fatos que mais atrapalham o nosso futuro.

Pedimos desculpas a todos aqueles que se sentirem afetados pelos escritos, mas, diante da racionalidade do artigo derivado de uma pesquisa, pois acreditamos que qualquer sociedade deve REFLETIR sobre esses fatos e deduzir o que mais lhe afeta, mas alertamos que o SISTEMA dominante deve ser questionado quanto a sua eficiência diante desses fatos afetam sua vida e de sue familiares.

“A maior prova de nossa frágil educação é eleger um IDIOTA DESEQUILIBRADO e reclamar em seguida de suas ações e atitudes inconsequentes, por não conhecer a história dos bolcheviques”.

AUTORES: Elenito Elias da Costa e o genial LEVY DA COSTA.

.fb-background-color {
background: !important;
}
.fb_iframe_widget_fluid_desktop iframe {
width: 600px !important;
}

O post Qual a relação dos profissionais com a Internet das coisas apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


Qual a relação dos profissionais com a Internet das coisas