Roubo em contas digitais foi o maior crime financeiro de 2020

Em algum momento você teve os seus dados online sendo acessados indevidamente por outra pessoa? O crime está cada vez mais comum, e milhões de pessoas passam por isso todos os anos.

De acordo com relatórios e pesquisas o roubo de contas bancárias pela internet foi o maior crime financeiro que aconteceu em todo o ano de 2020. Dentre as práticas mais comuns em relação a informação de usuários de banco, o crime mais comum é o envio de mensagens falsas.

Phishing

Em todo o cenário de crimes digitais, o que mais foi bem sucedido pelos golpistas foi o roubo de contas digitais. Vale lembrar que quando falamos de crimes pela internet apesar de pensarmos que o crime ocorreu por um hacker, a realidade não é bem assim.

O roubo de informações pessoas e secretas, bem como senhas de cartão de crédito, comumente estão relacionados a crimes por telefonema, onde o criminoso se apresenta como um profissional da área de segurança virtual e que trabalha para algum banco ao qual a vítima tem vinculo.

Dessa forma, o criminoso consegue convencer que realmente é de algum banco onde o mesmo relatada uma situação em que o cliente possa passar e em algum momento o mesmo solicitará dados financeiros bem como o CPF e até mesmo enviará um link no celular da vitima para confirmar a identidade. Os criminosos utilizam de diversos crimes para tirar uma conta e senha do cidadão.

Trata-se de um crime financeiro que na maioria das vezes praticado através do phishing. O Phishing é uma tática de envio de mensagens falsas para fisgar a vitima que tenha dados confidenciais registrados na rede.

Segundo a Kaspersky Lab, empresa russa que trabalha com segurança na internet, os golpes de phishing aumentaram expressivamente no ano passado, comparado a 2019. De acordo com a Kaspersky Lab, houve um salto de 20% nesse tipo de caso, o que totaliza 54% dos crimes financeiros pela internet.

Proteja suas contas

O grande ponto em que muitos erram é não estabelecer um cuidado redobrado no momento de realizar uma atividade de compra, transação bancária ou até mesmo no momento de acessar um e-mail.

Para proteger sua conta, atente-se aos principais cuidados:

  • Quando precisar verificar informações bancárias que exigem dados, acesse somente portais, sites ou links oficiais do banco, indo direto no endereço virtual.
  • Não clique em mensagens do seu correio em que citam o nome do seu banco com aviso de transferências ou qualquer transação, pois os bancos jamais utilizam esse meio para contatar seus clientes.
  • Ao fazer compras, esteja certo de que o site é de confiança e que possui uma verificação legal. Isto dará segurança antes de prosseguir com o pagamento.
  • Veja se o domínio do site é legítimo, o que garante a veracidade do comércio ali praticado.
  • Fuja do que pareça ser uma tática de phishing. É recomendado utilizar softwares que agem como identificadores de mensagens capciosas, evitando que golpistas tirem informações de contas digitais.

O post Roubo em contas digitais foi o maior crime financeiro de 2020 apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


Roubo em contas digitais foi o maior crime financeiro de 2020