Salário Mínimo passará por novo reajuste em fevereiro

auxilio-doença

O salário mínimo vai passar por um novo reajuste em fevereiro. O motivo está no fato que agora em janeiro o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que é usado para correção do salário mínimo, que acumulou alta de 5,45% em 2020.

Em 1° de janeiro de 2021, o salário mínimo passou a valer R$ 1.100, para este valor, o governo fez um cálculo em cima de 5,26%, no entanto, com o aumento do INPC em 5,45%, será necessário reajustar o valor do mínimo para que não aconteça perdas, sendo assim, a partir de fevereiro, o novo valor do salário será de R$ 1.101,95.

FGTS

A mudança no salário mínimo também altera os valores de pagamento nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Com o reajuste, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 6.101,06 para R$ 6.433,57. Para quem recebe o salário mínimo na aposentadoria, o valor deverá ficar em R$ 1.102,45 (levando em consideração um arredondamento de 5 centavos para cima).

Reajuste para quem teve o benefício concedido em 2020

Para os que tiveram o benefício concedido ao longo do ano de 2020, o percentual de reajuste é diferente. Acompanhe o percentual de reajuste, segundo as respectivas datas de início do benefício:

  • até janeiro de 2020: 5,45%
  • em fevereiro de 2020: 5,25%
  • em março de 2020: 5,07%
  • em abril de 2020: 4,88%
  • em maio de 2020: 5,12%
  • em junho de 2020: 5,39%
  • em julho de 2020: 5,07%
  • em agosto de 2020: 4,61%
  • em setembro de 2020: 4,23%
  • em outubro de 2020: 3,34%
  • em novembro de 2020: 2,42%
  • em dezembro de 2020: 1,46%

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

.fb-background-color {
background: !important;
}
.fb_iframe_widget_fluid_desktop iframe {
width: 600px !important;
}

O post Salário Mínimo passará por novo reajuste em fevereiro apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal .


Salário Mínimo passará por novo reajuste em fevereiro